Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim o único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…

Antoine de Saint-Exupéry - O pequeno príncipe 

12:33
Pois ela não queria que ele a visse chorar. Era uma flor muito orgulhosa.

Antoine de Saint-Exupéry - O pequeno príncipe 

12:13

6:50

“Dom Casmurro”, de Machado de Assis, ganha versão em graphic novel ↘ 8:40

Arnaldo Antunes lê Paulo Leminski 

8:37

9:13

la-si-do: Se você soubesse quanto tempo passei procurando um tumblr como o seu.. Finalmente achei! É realmente muito bom e tem um ótimo gosto, haha.

Que gentileza, obrigada =D

6:52

Hemingway estava certo. ↘

Quem aqui gosta de ler coisa boa? Que tal conferir o blog recém criado pelo meu querido poetinha colaborador, tenho certeza que você vai querer visitar todo dia :3

Sigam, sigam, sigam!!!

6:49

brazilwonders:

Amar - Carlos Drummond de Andrade

6:47

brazilwonders:

Paulo Leminski (via Álcool, cigarros, café e poesia)

6:40

1 2 3 4 5 next »